terça-feira, 24 de maio de 2011

Objectivo do blogue

Boas

Como muitos de vocês devem saber, no passado dia 23 de Maio foi publicado um vídeo no Facebook, onde duas jovens agrediam de forma animalesca uma adolescente de 14 anos, enquanto que um grupo de rapazes filmava tudo o que se passava, rindo-se e incentivando as renas agressoras.

Apesar de este fenómeno ter tido já algum aparato nos media, decidimos juntar toda a informação que temos, organizando-a para que este triste acontecimento social não caia no esquecimento.

É triste ver que ainda há pessoas com 18 anos e que têm como parceiros de carteira, crianças de 12...

Somos  a Irmandade do Pai Natal e esperem por vídeos, links e até fotos. Tudo, claro, para que se faça justiça

Cumps

17 comentários:

  1. Não sei quem são vocês..mas desde que seja informação fidedigna força nisso

    ResponderEliminar
  2. Parabéns por teres denunciado este caso!

    Espero que este triste episódio sirva de lição a todos os cobardolas que gostam de atacar em grupo os miúdos indefesos.

    ResponderEliminar
  3. AGRADEÇO QUE O TEU BLOG FAÇA O QUE MUITOS NÃO QUEREM FAZER PARABÉNS ESTÁS A PRESTAR UM BOM SERVIÇO. ABRAÇOS

    ResponderEliminar
  4. Não sei qual o teu objectivo, mas que é um acto nobre e de coragem, realmente é....

    ResponderEliminar
  5. bom trabalho, é dar a conhecer estas merdas, os agressores para sabermos se quem está a nosso lado na rua merece um enxerto de porrada...

    bom trabalho

    ResponderEliminar
  6. Parabens! continuem :)

    ResponderEliminar
  7. bom trabalho...........e se as encontrarem eos encontrarem deelhes um enxerto

    ResponderEliminar
  8. O ke falta a esta juventude,é ocupação dos tempos livres,mas ocupação a sério,ocupação= trabalho? mesmo em casa?as pessoas da minha idade percevem o ke kero dizer.

    ResponderEliminar
  9. Infelizmente através da comunicação social temos conhecimento de casos assim.
    Acredito que hajam muitos mais para denunciar

    ResponderEliminar
  10. GRANDE BLOG ! Os meus sinceros parabéns!! Bom trabalho este ao expor os "animais" , se bem que considerados racionais, ou talvez não, desta forma real e no sentido de ser feita justiça.

    Continuação de excelente trabalho!!

    ResponderEliminar
  11. Parabéns pelo Blog! Não poderia estar mais completo.

    ResponderEliminar
  12. Blog muito bem elaborado e util! Mandem essa informação toda para a sic e revista sabado! Parabens!

    ResponderEliminar
  13. Nem miúdos com 12 anos faziam isto. É gente doida!

    ResponderEliminar
  14. DEVIAMOS REUNIR UMA IRMANDADE DO PAI NATAL E IR ESPANCAR ESTES MITRAS CARALHO!! DUMA VEZ POR TODAS ESTE LIXO DEVE SER LEVADO PARA O ATERRO SANITARIO

    ResponderEliminar
  15. apoio totalmente o blog...nunca pensaram nisto e pode servir de apoio a muitas vitimas...

    ResponderEliminar
  16. NOTICIA NA FOLHA DE S.PAULO
    O RENA,QUE TAL INFORMAR OS PAULISTAS QUE O AMIGO RUDOLFO E PRODUCAO BRASUCA E JA AGORA FAZER UM BOM FORROBODO COM A SRA SUA MAE
    OS BRASILEIROS ADDOOORRAMMM ESSAS NOVELAS
    O PUTO JA NEM EXPATRIADO TERA PAZ
    Acompanhe a Folha.com no Twitter 25/05/2011 - 21h38
    Vídeo de menina alvo de bullying sendo espancada choca Portugal
    Publicidade
    DE SÃO PAULO

    Um vídeo gravado por celular em que uma menina é espancada por duas jovens de 15 e 16 anos diante de outros adolescentes que assistiam inertes chocou a opinião pública portuguesa nesta quarta-feira, informa a emissora estatal RTP.

    De acordo com a TV portuguesa o caso de bullying ocorreu no bairro do Benfica, em Lisboa, na quinta-feira passada.

    A menina foi espancada brutalmente pelas duas outras garotas, enquanto um jovem de 18 anos filmava a cena com um celular em frente de um grupo de adolescentes. Mais tarde, o vídeo foi postado no Facebook.

    Jogada no chão, a garota recebeu diversos pontapés em diferentes partes do corpo, inclusive na cabeça.

    Segundo a RTP o jovem já foi detido pela polícia portuguesa. Uma das agressoras, de 16 anos, pode ter que responder a um tribunal penal e a menor, de 15 anos, caso seja condenada, poderá ser internada num reformatório.

    Durante as investigações, outros adolescentes que assistiram à cena e não prestaram socorro ou tentaram intervir já foram identificados, diz a emissora.

    ResponderEliminar